Com o maior índice de crescimento populacional do país, a Amazônia brasileira é também a região com maior potencial de riscos de degradação ambiental e de perda da biodiversidade, devido à ocupação e ao uso desordenado do espaço e de seus recursos.

Dentre as atividades econômicas relevantes, a pesca representa uma importante fonte de renda para as comunidades locais, além de ser uma das principais fontes de alimento, rico em proteínas, para estas populações.

O Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aquática e Pesca (PPGEAP) – Mestrado e Doutorado – focaliza os problemas relacionados com a conservação e com a gestão dos ecossistemas aquáticos amazônicos, decorrentes do uso dos seus recursos naturais pelo homem, em particular os recursos pesqueiros, para atividades de desenvolvimento econômico e regional.

Tem como objetivo geral capacitar recursos humanos capazes de compreender de forma integrada a complexa dinâmica dos ecossistemas aquáticos da Amazônia, visando o uso racional dos seus recursos e sua conservação.

A Área de Concentração do PPGEAP é denominada Ecologia Aquática e Recursos Pesqueiros na Amazônia, composta por três linhas de pesquisa: Biodiversidade Aquática; Conservação e Impacto Socioambiental sobre Ecossistemas Aquáticos; e Ecologia e Manejo de Recursos Pesqueiros.

O corpo docente do Programa é formado por 23 pesquisadores, entre docentes da UFPA e colaboradores de outras instituições, inclusive estrangeiras, com qualificação multidisciplinar.

O Programa, aprovado pela CAPES com a nota 4, iniciou no ano de 2007 e conta com aproximadamente 27 alunos de Mestrado e 29 de Doutorado (dados atualizados em outubro de 2016).